Voltar 




 


 


 


Sábado, dia 25 de Outubro, a Festa começou com os sons da "Banda Filarmónica" de Sernancelhe.


Uma banda que existe em Sernancelhe após os anos 30 e 40, mas que, pela vontade, brio e força de pessoas da vila, foi revitalizada nos últimos anos, mantendo assim mais vivo e animador todo o panorama cultural de que Sernancelhe tem sido objecto nos últimos anos.


A Associação, fundada em 1982, está legalmente criada e constituída nos seus corpos representativos.


Tem feito funcionar regularmente uma Escola de Música, onde se ministram os primeiros ensinamentos e onde se aperfeiçoam conhecimentos já existentes, permite o dinamismo que transporta esta Banda Filarmónica Sernancelhense a um nível de superior qualidade.


Esta, por sua vez, tem actuado na animação de festividades culturais e religiosas em diversos pontos do Pais, com especial incidência na região. Possui um vasto reportório, dignifica o, nome da sua terra e tem sido sempre acarinhada. E hoje a afirmação dos objectivos dos seus fundadores.


Possui um número de elementos que oscila entre 30 e 40 (com idades entre os 8 e os 50 anos).


As inscrições e formação dos jovens começam com idades inferiores. São seleccionados gradualmente os mais intuídos e voluntariosos. São importantes a assídua frequência aos ensaios e as regulares deslocações nas actuações, surgindo algumas desistências por razões particulares da vida sócio-profissional de alguns, que vão sendo ultrapassadas entretanto.


E claro, as formas de vida e a organização da sociedade e dos aglomerados vão evoluindo, com as novas tecnologias, infra-estruturas, exigências e dificuldades sócio-profissionais.


Portanto, só com estruturas instituídas e organizadas, cada vez mais fortes e implantadas, é que é possível manter e dinamizar estas coisas.


Embora, com dificuldades, mas com elevado espírito de sacrifício e bairrismo de todos os que se têm proposto colaborar, os objectivos vão sendo atingidos. É certo, que queremos mais e melhor, pelo que continuaremos a debater-nos com o mesmo espírito que nos tem caracterizado ao longo destes anos de existência

                          

    
                                                                           

  Voltar