Voltar

                             A Capela de Nossa Senhora dos Prazeres
 

 


De arquitectura setecentista, de valioso recheio pictórico, cujo levantamento da ruína acaba de ser efectuado pela Câmara Municipal que ora é sua proprietária e que fez arranjo de todo o perímetro envolvente, procedeu à limpeza e restauro da dita fonte e construiu a passagem pedonal para a Escola EB23 de Sernancelhe, depois de ter feito as drenagens e edificado todos os muros de suporte.

                                          

A capela em mirada era propriedade particular erigida por uma família nobre da terra junto à moderna ponte do rio, edificada em lugar de uma outra mais antiga, no sítio outrora designado por Ribeira. Trata-se to trabalho de cantaria tradicional da época. A carpintaria da cobertura é de feição seiscentista. O tecto ostentava, com uma série de caixões pintados, alguns dos quais a que já não se pode valer, um escudo esquartelado, com a heráldica da família que deu origem ao pequeno templo, exibindo as armas dos Pintos, Figueiredos, Vasconcelos e Carvalhos. Ostentava a capela um altar com retábulo, supostamente relacionado com a titular, apresentando também uma pintura alusiva a S. João Baptista.

                                           

O perímetro envolvente está mui ajeitado com relva e caminheiras, escadinhas e rampa, iluminação ao nível do solo, muros de suporte e vedação, caixas de ar no caminho pedonal e conduta de escoamento de águas pluviais e das sobejantes do ali denominado por corgo ou ribeira do Medreiro.

 

 Voltar